Pesquisar Search

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Colaborar : inerente à educação de adultos


While national collaborations attract publicity, for most programs a local collaboration is both more realistic and more useful. Local organizations are more likely to care enough about your community to want to invest time, resources and money in your program. Be clear about what kind of collaboration you want to set up - is it a straight sponsorship deal, or do you want the library to become a full partner in your program? If you have nothing in mind when you start, you are likely to get it. 
People often talk as if collaboration is a new thing in adult literacy education, made necessary by shrinking resources. What I have suggested here is that collaboration is a long established principle of adult education, a central component of our vocation. Collaboration adds value to what we do in so many senses, and is not as hard as the word can make us think.
Ralf St.Clair, hoje professor em Glasgow, dirigiu um Centro de Literacia e Educação de Adultos no Texas (TCALL). Escocês de nascimento, chegou ao Texas através do Canadá, e tem mais de 20 anos de experiência neste campo, tendo-se doutorado na Universidade da Columbia Britânica em Vancouver. Faz investigação sobre literacia familiar e de adultos, e desenvolvimento curricular
.
Neste artigo,Together We Learn : Collaboration and Adult Literacy Education,  desenvolve a ideia de que a colaboração é inerente a contextos de educação de adultos a área das literacias, incluindo contextos de trabalho. Por outras palavras, e pelo simples facto de sermos adultos, quanto menos colaboramos, menos evoluímos nas competências literácicas, que nos são sempre necessárias ao longo da vida.
Entre as instituições que destaca como influentes neste campo, estão as Bibliotecas (além das Igrejas, das Universidades, das Escolas, dos Sindicatos, das Empresas, Associações e Entidades oficiais tais como Serviços Sociais).

Sem comentários: