Pesquisar Search

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Desencarcerar as crianças

 O antídoto para o excesso de estímulos que a sociedade oferece é o tempo livre, o ócio, a brincadeira na natureza.
Créditos: Shutterstock
O antídoto para o excesso de estímulos que a sociedade oferece é o tempo livre, o ócio, a brincadeira na natureza.
Na verdade, as crianças migram para a tecnologia porque estão confinadas em casa. As escolas têm cada vez menos espaços abertos e livres e mais sala de aula, conteudismo. Com a energia explosiva que as crianças têm, o único jeito de domar alguém confinado é oferecendo distração permanente e, claro, aquela oferecida pelos telefones é irresistível.


A futilidade afeta o desenvolvimento de um indivíduo humanista

domingo, 2 de julho de 2017

Pela Paz, semana a semana, sempre



"Dizque", essa personagem que exagera, é um menos falado membro da família das "Fake News", e um vilão a quem convém estar atento.
O poder do boato é real, vive da credulidade do povo, refastela-se na fraca literacia, engorda com a ausência de pensamento crítico. E faz danos. Os boatos modernos já não usam tanto as vozes das vizinhas ou o rumor nas tabernas, estão por aí nos media, nas redes sociais, infiltrados ou descarados.
Como reza o lema da Unesco, assim vamos construindo a Paz nas mentes dos homens e das mulheres - é trabalho que nunca mais acaba, em toda a parte. Dz que é urgente? Neste caso, é verdade.
Ler mais sobre a Semana da Literacia da Informação e dos Media 2017 aqui:

Publicado também no Facebook e no Twitter - não se resiste aos fabulososos meios da ilusão da reprodução infinita, não é?

sábado, 1 de julho de 2017

Brincar crescendo, crescer brincando



Ler por prazer, fora da sala de aula, livremente... por exemplo... 

 AEC devem ser:
- tempo de brincadeira livre
- atividades de caráter lúdico
- realizadas evitando-se a sala de aula
- sem trabalhos de casa
- espaço inclusivo
- tudo menos componente curricular

"Importa assim que, entre outros aspetos, se salvaguarde na planificação das AEC para
o ano de 2017/18: 

- o tempo de recreio necessário para a brincadeira livre das crianças; 
- o caráter lúdico das atividades, que devem orientar-se para o desenvolvimento da
criatividade e das expressões; 
- a utilização de espaços, materiais, contextos e outros recursos educativos
diversificados, na comunidade, evitando-se a permanência em sala de aula
- a eliminação do agendamento de trabalhos de casa
- o enquadramento e apoios necessários para que todos os alunos possam participar
nas atividades, independentemente das suas capacidades ou condições de saúde; 
- a garantia de que todas as componentes do 1º ciclo são abordadas pelo docente da
turma, em período curricular"

Esclarecimento da Direção-Geral de Educação ajuda, aqui!



Via FENPROF

Esclarecimento põe as AEC no seu devido lugar

A educação infantil pelo mundo e os fatores de sucesso



A educação infantil pelo mundo e os fatores de sucesso