Pesquisar Search

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

OCDE. Portugal deveria apostar na reforma antecipada de professores sem penalizações

“O cada vez menor número de entradas na profissão e a vaga de aposentações que se aproxima vai criar vazios de perícia, para além de criar problemas de suprimento se houver número de insuficiente de candidatos qualificados que ingressam na profissão docente para substituir os aposentados”, argumenta-se no relatório. “Noutras palavras, mesmo que o sistema consiga acomodar a futura vaga de aposentações através do recrutamento de uma nova vaga de professores, ficará a faltar uma geração de professores com 10-15 anos de experiência que consiga preservar as competências atualmente presentes no corpo docente português.”



OCDE. Portugal deveria apostar na reforma antecipada de professores sem penalizações

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Igualdade e Não Discriminação - 3 Planos de Ação, uma Estratégia Nacional

Calculadora amamentação/aleitação dispensa diária



Calculadora
Amamentação/aleitação
Dispensa diária em caso de tempo parcial





Serviço criado no âmbito desta estratégia (a calculadora online).



Estratégia aprovada em Maio de 2018. Execução até 2021 (1º fase). Compromisso até 2030.



"foi elaborada a Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação - Portugal + Igual (ENIND) que lança um novo ciclo programático em 2018, alinhada temporal e substantivamente com a Agenda 2030 e apoiada em três Planos de Ação que definem objetivos estratégicos e específicos em matéria 
  • de não discriminação em razão do sexo e igualdade entre mulheres e homens (IMH), 
  • de prevenção e combate a todas as formas de violência contra as mulheres, violência de género e violência doméstica (VMVD), e 
  • de combate à discriminação em razão da orientação sexual, identidade e expressão de género, e características sexuais (OIEC). 
Estes Planos de Ação definem, ainda, as medidas concretas a prosseguir no primeiro período de execução de quatro anos até 2021, a que se deverá seguir o processo de revisão e redefinição para o período seguinte de quatro anos, e assim sucessivamente."


Resolução do Conselho de Ministros 61/2018, 2018-05-21


quarta-feira, 21 de novembro de 2018

A Realidade Daqui A 10/15 Anos | “Não Temos Professores Que Cheguem!”



 
"A indisciplina, a instabilidade das políticas educativas, a obrigatoriedade de ir trabalhar para longe da família, a cada vez menos aliciante carreira, a má imagem dos professores numa parte da sociedade, a burocracia, a falta de democracia na eleição dos diretores, a descentralização a caminhar a olhos vistos e a eterna falta de condições, são um balde de água fria para muitos hipotéticos candidatos a professores.
Não será por isso de estranhar, digo até que existe uma alta probabilidade, que daqui a 15 anos estaremos a assistir a algo semelhante ao que acontece com os médicos. O aparecimento de incentivos para os professores irem lecionar para certas partes do país. Se chegarmos a esse ponto, significa que o Estado falhou. Apesar de ainda ser possível reverter a situação, as medidas terão de ser implementadas no imediato, pois o sistema já começou a falhar e o efeito bola de neve é inevitável…
Valorizem a profissão docente! Os professores há muito que gritam por respeito e não o fazem por egocentrismos ou simples capricho, os factos falam por si.
Se não acreditam nos professores, ao menos que acreditem nos números…"
Alexandre Henriques, 2018
A Realidade Daqui A 10/15 Anos | “Não Temos Professores Que Cheguem!”

terça-feira, 20 de novembro de 2018

THEKA - Recursos Acessíveis On-line


Rasto digital deste Projeto Gulbenkian que entre 2004 e 2008 envolveu, em escolas de 20 Distritos e 55 concelhos de Portugal Continental:



76 docentes em formação
25 tutores(as), professores(as) e
bibliotecários (as)
23 oradores(as), conferencistas
convidados e/ou em representação institucional
94 formadores(as)
  3 elementos da equipa de coordenação THEKA


  1 colaboradora permanente (webmaster: website www.theka.org, hoje desativado)


Conteúdos de acesso livre, aqui:

THEKA


Para saber um pouco mais:





Bárrios,
A. (2005) Bibliotecas escolares e formação de professores. In PROFORMAR, Ed. 9 (Maio 2005) [online].
URL: http://proformar.pt/revista/edicao_9/be_formacao.pdf
(consult. 20-11-2018)

Bárrios,
A. (2007). THEKA: Projeto Gulbenkian de
Formação de Professores para o desenvolvimento de Bibliotecas Escolares
.
(Rede de Bibliotecas Escolares, ed.) Newsletter [online]. N.º 2.

Bárrios,
A., Melo, A., Vitorino. M. (2011). THEKA
Projeto Gulbenkian: Formar Professores,Desenvolver Bibliotecas Escolares.

Lisboa : Fundação Calouste Gulbenkian. Edição apenas em papel, adquirível aqui 

THEKA Courses : recursos digitais em
livre acesso
(2004-2008] [on line] URL: http://activamente.pt/moodle20/course/category.php?id=3
(consult. 20-11-2018)

sábado, 17 de novembro de 2018

Entrar na escola pela biblioteca -pela qualidade da escola pública!



Nesta entrevista concedida com exclusividade à Biblioo, António Novoa, professor catedrático do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa e reitor honorário da mesma universidade, fala sobre educação, escola sem partido e o papel das bibliotecas no processo educacional. Novoa, que foi candidato independente às eleições presidenciais de 2016, agregando vários apoios à esquerda, diz que as bibliotecas, municipais e escolares, são uma das grandes mudanças trazidas pela Revolução em Portugal. 


Entrevista: António Novoa, ex-reitor da Universidade de Lisboa - YouTube

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Infâncias e leituras – Laboratorio Emilia de Formación

Ilustración
Esta formação tem como um de seus propósitos inspirar a formação de novos mediadores e ajudar àqueles que já leem para crianças a pensar e aprimorar suas práticas. Nestes encontros, vamos compartilhar algumas questões-chave para pensar o papel do mediador na formação dos pequenos leitores: o papel da leitura e da literatura; a importância da arte e da poesia, do brincar e da voz e das palavras nas infâncias e o papel fundamental do mediador como ponte entre os leitores e os livros.

MOOC 100% online e gratuito 
4 semanas de duração 
4 h. semanais de dedicação
Para participar basta ter acesso a Internet e um conhecimento básico das ferramentas digitais, como Facebook, para a troca de ideias e reflexões.
Será fornecido um certificado de participação.
Infâncias e leituras – Laboratorio Emilia de Formación

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Adeus, futuro: ″copy-paste″

 

Além da ignorância generalizada (e às vezes arrogante, o que é mais perigoso, porque a vergonha de não saber sempre levou as pessoas a procurarem informação), hoje muitos dos jovens não sabem, pura e simplesmente, pesquisar: não entram numa biblioteca e, se abrirem um livro ou dois, já é uma sorte. Está aí para quem a queira consultar a maravilhosa Wikipédia e portanto, mesmo sabendo que o que circula na internet nem sempre é fiável, para quê levantar o rabo da cadeira? E o pior é que as escolas também não ensinam os alunos a desconfiar e a comparar informações, aceitando inclusivamente os seus trabalhos cuspidos de uma impressora em vez de manuscritos (e, assim, como ter a certeza de que foram eles a fazê-los?).
Maria do Rosário Pedreira
2018


Adeus, futuro: ″copy-paste″