Pesquisar Search

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Uma biblioteca em cada escola. Campanha ALIES desde 2010, também em português



EM CONCLUSÃO
O papel do bibliotecário escolar, atuando em modernas
bibliotecas escolares/centros de recursos multimédia
(BR: multimídia), e dotado de competências técnicas e
habilitações profissionais adquiridos num programa
reconhecido de formação académica em
biblioteconomia, é absolutamente crucial para o
progresso económico e social de todos os países. A
necessidade de uma biblioteca em cada escola básica
e secundária (e não apenas no nível universitário),
gerida por um profissional da informação especializado
em informação e educação, em tempo integral, com
preparação profissional, é um “requisito obrigatório” se
os países querem sobreviver, prosperar e competir
com sucesso no século 21, no contexto da Sociedade
Global de Informação.
Tive o gosto de trabalhar nesta tradução PT/BR com colegas brasileiros. 
Bibliotecário escolar entende-se aqui, tal como "school librarian" nas recentes (2015) Guidelines da IFLA para Bibliotecas Escolares, como profissional qualificado e dedicado a funções na biblioteca escolar, seja designado assim ou de outra forma: em Portugal, usamos o termo professor bibliotecário, sendo raros os responsáveis por bibliotecas escolares não professores, e desejando-se que todos eles tenham formação bibliotecária e/ou de gestão de informação. 
No Brasil, a situação é inversa: só se preveem bibliotecários escolares (bibliotecários graduados em escolas de biblioteconomia/ciências da informação), e deseja-se que tenham formação em educação...
Leituras recomendadas no inicio do ano letivo, para cada professor bibliotecário, a sua equipa, o seu diretor...


Versão em português - folheto publicado pela BAD

www.apbad.pt/Downloads/ALIES_Flyer2012_PT.pdf

The Future Of School Libraries 2015

School Libraries in Action (1961)