Pesquisar Search

sábado, 25 de junho de 2011

Civismo 2.0 na nossa rua

"A MINHA RUA" permite a todos os cidadãos reportar as mais variadas situações relativas a espaços públicos, desde a iluminação, jardins, passando por veículos abandonados ou a recolha de electrodomésticos danificados. Com fotografia ou apenas em texto, todos os relatos são encaminhados para a autarquia seleccionada, que lhe dará conhecimento sobre o processo e eventual resolução do problema.

Para melhor indicar o local da ocorrência pode recorrer ao mapa disponível no formulário. Para o efeito seleccione primeiro o distrito, depois o município e, por fim, a freguesia. Depois, clique sobre o mapa onde poderá indicar exactamente o local. Neste mapa pode também consultar outras ocorrências já reportadas.

Para saber quais as Autarquias que já aderiram, seleccione o distrito e consulte os municípios disponíveis.

elearnspace. everything elearning.

Knowledge
Is not
Intended
to FIll MInds.
It Is
Intended
to open theM.


Para quem quer saber mais sobre as ideias deste teórico do conectivismo, oportuna leitura em tempos que se anunciam de um certo cognitivismo radical. A frase e a capa acima são de um livro de 2006, disponível também em pdf. Como diria o António Gonçalves em recente debate no FaceBook, "no equilíbrio é que está o ganho".
elearnspace. everything elearning.

Poupar 21,64 euros e muito mais



Ebook gratuito sobre licenças Creative Commons « Ler ebooks: "A Creative Commons acaba de lançar The Power of Open, uma colectânea de histórias de criadores que utilizam as licenças CC para divulgarem os seus trabalhos, como a organização noticiosa ProPublica, a empresa cinematográfica Riot Cinema Colective, a editora Pratham Books, a The Open University, a plataforma de música Jamendo ou o designer português Tiago Serra. A versão em papel do livro tem um preço de 21,64 euros, mas a versão em pdf é gratuita, estando disponível em várias línguas, entre as quais o português.

A Creative Commons começou a fornecer licenças para a partilha aberta de conteúdo há uma década e hoje já são mais de 400 milhões os trabalhos disponíveis na internet com licenças CC, desde música e fotos a trabalhos de investigação e cursos académicos."

(Agradeço o palpite ao Carlos Pinheiro; a boa educação foi sempre tão valiosa como open...)

sexta-feira, 24 de junho de 2011

20 years from now... look at the future

"Where will you be in 20 years? Wherever it is, see yourself reading the news about your old organization. Yes, it still exists, although perhaps differently than it does today...and it is doing wonderfully! As you read the news, you remember an idea you had in 2011. It was a small idea...a little step forward...and look at what you started!"

Generation FB

Época de exames e enchentes nas bibliotecas

A los usuarios habituales, molestos porque se les manda callar en un lugar que para ellos no es ni mucho menos una sala de estudio, se les puede explicar que son muchos también quienes acuden sólo a consultar internet y sin embargo la biblioteca no es por ello un cíber; que las épocas de exámenes no son todo el año y que fuera de estos momentos puntuales la biblioteca sigue siendo la misma que ellos conocen.



Por otro lado, a los estudiantes se les debe hacer comprender que la biblioteca no es solo una sala con mesas, sillas, wifi, silencio y aire acondicionado, sino un servicio público, gratuito y para todos. A estos usuarios ocasionales, que quizá vengan por primera vez a la biblioteca, debemos verlos como una oportunidad más que como un posible problema. Muchos de ellos, en sus momentos de descanso, pasean entre las estanterías y descubren lo que puede ofrecerles la biblioteca. Preguntan entonces qué se necesita para hacerse el carné o cómo pueden sacar en préstamo tal o cual documento que les ha llamado la atención. Con ellos también funciona el boca a oreja, generando así nuevos usuarios…



Por tanto, incluso en época de exámenes, el bibliotecario logrará contar con usuarios satisfechos siempre y cuando sepa utilizar la mano izquierda y la mejor de sus sonrisas.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

lerdo ler: Vamos!


lerdo ler: Vamos!

Ler é para já

Sugestões RBE para mediadores de leitura e orientações para professores bibliotecários. Inclui listas de livros sugeridos - a mais recente de Junho de 2011. Também apresenta sugestões de actividades tais como um guião para criar um blogue, outro para validar sítios web, um directório de livrarias on-line...

Quando puder... ou mesmo já!

Bibliotecas escolares 24/7 Learning commons

Artigo de 2008, mas que mantem actualidade



"Take a look at your space. How can it function as a learning commons and an experimental learning center? For starters, consider getting rid of the immovable bookshelves cluttering the center of your space and the banks of computers taking up major real estate. Think of alternative solutions: wireless laptops that can connect anywhere. Circulate books to classrooms so you don’t have to shelve the entire collection in the learning common"


quarta-feira, 22 de junho de 2011

Homenagem a Cochofel

Blog produto de atelier de Escrita para Ciência, na Casa da Escrita, Coimbra, 2011

Tecnologia não é realmente uma escolha

Versão legendada em português de um vídeo no qual CEO de diversas empresas falam das exigências atuais postas à escola, na tarefa de formar cidadãos no Século XXI. A necessidade de incorporar as tecnologias digitais é destacada.

segunda-feira, 20 de junho de 2011


Aprendizaje Social por David Alvarez http://e-aprendizaje.es/:

Esta é a apresentação que eu usei hoje (20.06.2011) para apresentar ao corpo docente da Universidade de Granada (Seminario sobre ‘Web 2.0 en la Educación Universitaria’sobre a questão do PLE (Personal Learning Environment) e Social Learning.