Pesquisar Search

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Crianças e museus: arte para os mais jovens

Crianças e museus: arte para os mais jovens
"A forma mais elevada de inteligência consiste em pensar criativamente"

Existem diferentes métodos na educação artística, como o método MuPAI ou o Museu Pedagógico Infantil, especializado em oficinas de arte contemporânea em educação infantil e primária. Ele parte do uso de representações visuais de todos os tipos: imagens artísticas, publicidade, imprensa... que ilustram os conceitos estudados conectando-os à vida cotidiana. 
Uma amostra desse tipo de workshop pode ser dada sob o título “Meus sentimentos têm cor!”, que permite à criança expressar suas emoções e sentimentos por meio do desenho. 
Ou então, dentro do que é conhecido como Aprendizagem por projetos, é possível, a partir de uma seleção prévia dos conteúdos que serão trabalhados, desenvolver conceitos complexos adaptando as ideias de certos artistas usando materiais como ceras coloridas, cordas, adesivos ou balões. A intenção é que as crianças impulsionem sua fantasia, imaginação, tomada de decisão e criatividade. Trata-se de abandonar esses parâmetros obsoletos de desenho “quando sobra tempo” ou a transmissão espartilhada de técnicas que podem tornar a Educação Plástica algo carente de emoção. Porque quando as crianças se emocionam e gostam, elas repetem – fazendo com que o processo de aprendizagem seja mais significativo e não acabe nunca.



Crianças e museus: arte para os mais jovens