Pesquisar Search

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Bibliotecas escolares - inquérito relevante (Europa)

Equánima
Imagem  de
III Laboratorio filosófico: “Las grandes preguntas de la vida ”, EQUANIMA, 2017, retirada daqui

As perguntas que lhe colocamos neste breve inquérito são: pensa que as bibliotecas escolares estão a tornar-se cada vez mais irrelevantes na era digital? Ou a necessidade de bibliotecas escolares e dos serviços prestados pelos bibliotecários é ainda maior hoje do que nunca? 
A biblioteca escolar é um lugar em que os alunos podem dar seguimento às aulas e realizar pesquisa sobre tópicos selecionados por eles, com a ajuda de pessoal qualificado (bibliotecário, professor bibliotecário, etc.) 
Os alunos são também aí incentivados a ler por prazer. A biblioteca escolar pode apoiar a aprendizagem autónoma, fora do ensino formal na sala de aula, e pode constituir uma via alternativa para o conhecimento e as competências ao disponibilizar um espaço dedicado ao estudo e a recursos de aprendizagem em formato impresso e digital. 
Muitas bibliotecas escolares estão a transformar-se em centros de recursos multimédia, com computadores, acesso a recursos em linha e meios digitais. Contudo, com acesso ilimitado a informações na Internet, mesmo esta função está a ser desafiada. 
Algumas escolas utilizam a sua biblioteca para melhorar os resultados de aprendizagem e promover a inclusão e a igualdade através de abordagens inovadoras da aprendizagem. No contexto da "abordagem a nível de toda a escola", a biblioteca pode ser o ponto de encontro de toda a comunidade escolar, de alunos, professores, assim como de famílias e partes interessadas. 
A Comissão Europeia lançou um inquérito sobre bibliotecas escolares, que está aberto a respostas até 30 de setembro, em 23 línguas.
Venho apelar a que respondamos, para influenciar a informação recolhida e que poderá apoiar decisões que afetem Porugal, e toda a União Europeia.

É uma novidade com o seu significado, pois tem sido muito difícil conseguir que as estruturas da União Europeia considerem as bibliotecas escolares e as suas especificidades, nomeadamente a necessidade de formação específica dos seus responsáveis - bibliotecários escolares, profesores bibliotecários ou com outro título. E a urgência desta formação para os papéis da biblioteca num tempo cada vez mais digital

Inquérito  em português aqui: https://ec.europa.eu/eusurvey/runner/5521fffa-85a8-46ca-91d6-3a7db3447e53?draftid=333161ea-b94d-4a02-96d8-b01aeb27f517&surveylanguage=PT

Informação recebida pelas listas de distribuição IFLA, IASL e ENSIL

Um exemplo dos pontos do questionário, que é aliás muito curto - aqui trata-se de declarar grau de concordância/discordância das afirmações:

*Hoje em dia, as bibliotecas escolares são menos relevantes do que no passado.
*Hoje em dia, uma biblioteca escolar precisa de oferecer mais do que apenas livros para ser uma componente útil da escola.
*São as bibliotecas escolares tecnologicamente avançadas que são eficazes no desenvolvimento das competências essenciais do alunos.
*As bibliotecas escolares desempenham um papel crucial na promoção da inclusão e da igualdade.
*Os orçamentos das escolas seriam melhor aplicados com os professores das disciplinas e os recursos da sala de aula do que nas bibliotecas.
*A atividade de bibliotecário escolar não exige qualquer qualificação especial.
*As bibliotecas escolares no meu país não são suficientemente financiadas.

Sem comentários: