Pesquisar Search

terça-feira, 26 de abril de 2011

4 de Maio pela liberdade de e-ler







A campanha Defective by Design.org (http://www.defectivebydesign.org/about) lançada pela Free Software Foundation (FSF), renova o apelo para o próximo dia 4 de maio, a todos os bibliotecarios, utilizadores de bibliotecas y leitores que estejam contra o DRM (Digital Rights Management). Há cerca de 3 anos, muitos concentraram-se à pota da Biblioteca Pública de Boston em protesto contra o sistema que limita o aceso a muitos títulos. A recente iniciativa da grande Editora Harper's Collin, que procura limitar a 26 o número de empréstimos possíveis por título em formato electrónico, reacendeu os ânimos.



No manifesto gerado, o Reader’s Hill of Rights, constam algumas reinvidicações tais como:



-     Os livros digitais devem estar em formato aberto. Assim, cada leitor o poderá ler não apenas num eReader, mas em qualquer computador.



-     Os livros digitais que se vão armazenando num leitor electrónico devem poder ser recuperados mediante outro hardware, no caso de se avariar o dispositivo original.



-     Os dados relaticos ao leitor/utilizadore devem ser privados, isto é, nºao deve ficar registado nem ser passado a terceiros para usos comerciais o "quando se lê" e "o que se lê".



A polémica continua...



informação acedida via Lectura Lab (onde podemos ler mais)

Sem comentários: